quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Tentativa de uma reflexão sobre a vida- I


Pra quem me acompanha aqui no blog sei que estou super ausente, até a data do primeiro aniversário do blog não comemorei, mas espero que vocês me entendam e irei explicar os meus motivos.

Quando criei o blog a minha vontade era de tentar escrever um blog sobre moda, acessórios, comportamento e muito outras coisas que seriam relevantes para quem lê, e um desafio para mim mesma. Nesse 1 ano ainda estou no comecinho com erros e acertos e por isso o blog me deixa com mais vontade de continuar a escrever e aprender com as sugestões e comentários que vocês me mandam e deixam por aqui.

Hoje pensei em vários assuntos que seriam legais e têm tudo a ver com o blog, mas resolvi que não vou falar de moda, acessórios e de outros temas que venho falando por aqui, hoje quero falar sobre a VIDA.

O meu intuito no blog não é falar muito sobre mim, pois não quero que se torne um diário, mas especialmente hoje vou me abrir com vocês...

A minha ausência no blog esses dias foi devido as minhas férias, foi bem gostoso e fiquei 20 dias passeando e conhecendo novos lugares com meu marido (pra quem não sabe, eu sou casada, já vai fazer 4 anos.eba!), mas a minha volta não foi tão legal assim, logo que voltamos tivemos que viajar de novo, pois minha avó paterna havia falecido de repente.

Então imaginem vocês que loucura, chegar de férias e viajar novamente toda triste, até mesmo anestesiada, para ir a um funeral.

E nesses dias parei e pensei muito a respeito sobre como nós conduzimos a nossa VIDA, digo "nós" porque a sensação que eu tenho é que todo mundo está no mesmo barco vivendo nessa loucura do dia-a-dia, e sem querer deixamos que pequenas coisas do nosso dia passem sem que a gente consiga desfrutar, parece que tudo é estressante, angustiante e que a felicidade não é o caminho que percorremos nesse nosso dia-a-dia, mas é um lugar distante que somente quando estivermos com tudo em ordem na nossa vida é que seremos felizes e aí poderemos desfrutar.

Realmente constatei que no luto há muito mais sabedoria do que na alegria, pois colocamos a nossa vida na perspectiva correta....nem tudo é tão urgente, tão grave, nem tudo precisa de muito dinheiro, de roupa/sapato novos, de um corpo/rosto perfeito, status, carro do ano e por aí vai. No luto parece que entendemos que precisamos viver de uma forma muito mais simples e de alguma forma não sabemos o "porquê" ficamos numa vida engessada de complicações.

É verdade que vivemos num caos da vida moderna, com trânsito, violência, pobreza, doenças, desconfiança, o dinheiro acima de tudo, status e pressa muita pressa, mas em meio a esse caos eu decidi que irei colocar mais diversão na minha vida, mais leveza e mais amor!

O que me deixa animada é que todo dia podemos fazer diferente, "ok" eu sei que todo mundo já leu alguma coisa desse gênero, mas não é legal poder pensar que ontem já foi, e independente do que você fez ou deixou de fazer nada pode mudar; mas o Hoje é uma possibilidade de um novo começo? Eu estou pensando nisso e quero todo dia viver com essa certeza, que todas as manhãs serão um novo começo e que irei começar com muito amor, na TPM sei que não irei pensar assim, mas depois que passar(TPM) aí volto a colocar em prática.

Meu novo começo hoje foi em relação a minha organização (sou bem ruim em me organizar) e tenho mais uma lista de novos começos de várias coisas...e todas quero colocar muito amor!

O legal do futuro é a possibilidade que temos de escrever a história que queremos viver, ter, ser e desfrutar. E que a cada novo dia pode ser um novo começo.

E você, que novo começo tem em mente para viver?

Fonte de inspirações: Biblia, Louise, Anésio Rodrigues, e o mais especial: maridão.

3 comentários:

Adriana Campos de Almeida Ramos disse...

Oi Carol !
Adorei seu Post ! Realmente vivemos em um mundo louco e que às vezes deixamos de lado muitas coisas importantes buscando ter mais, ser mais, amar se, relacionar para ... !

Com seu post lembrei das palavras do Pr márcio valadão no CD da mariana... não sei se já ouviu mas, vale a pena...

Ele diz assim: Nós, os seres humanos, conhecemos o amor apenas através de condições, amamos quando... amamos se... amamos porque... mas o amor de Deus é esse amor incondicional, Ele não nos ama por causa de nossos valores ou méritos, Ele escolheu nos amar.

Read more: http://www.portaldt.com/2009/09/pr-marcio-valadao-participa-do-cd-de.html#ixzz0YamIpnVt

E respondendo sua pergunta vou buscar mais a Deus, amar mais as pessoas e divulgar esta paz que só podemos encontrar em DEUS !

E também estou buscando ser mais organizada ! rsrs

Beijos,

LILA disse...

Oi Prima, nossa adorei esse seu texto, incrível que caiu como uma luva pra mim, pois sempre na correria da vida e em meio a turbulências parei pra dar uma espiadinha no seu blog, pois nunca consigo por falta de que "tempo".
Interessante como o que vc escreveu é exatamente o que tenho refletido,pois minha vida tem sido só trabalho, trabalho , trabalho....e me deparando com o que aconteceu com nossa família vi como a vida passa sem sentirmos,e como deixei de fazer mil coisas , pequenas, mais que dão mais alegria a nossa vida!
O que foi o ano de 2009 pra mim?? nem sei responder isso, na verdade nem vi passar!!!
Você não sabe como esse texto me fez bem!Um desabafo!
O novo começo que tenho pra viver....ficar mais proximo das pessoas que amo!!!isso já é um bom começo, e principalmente de Deus!
Te amo Prima.
Beijos

Carol Rangel disse...

Gente,
Fiquei emocionada com o comentário da minha prima!!
Muito lindo e fofo!
Que possamos espalhar amor todos dias e viver isso!
Beijos!
Carol Rangel